"Navegue por seus sonhos, mas tenha um porto seguro. Finque suas raízes em solo fértil que lhe garanta bons frutos no futuro." - G. Nobio.

Translate / Tradutor

28 de fevereiro de 2010

Mundo Encantador

James Cameron é um diretor de cinema ousado e criativo, seus projetos envolvem minuciosos trabalhos de pesquisa, logística estruturada e empenho hercúleo por parte da equipe de produção - algo que demanda tempo e cifras milionárias. O produto final, a obra cinematográfica, costuma ser sinônimo de sucesso e objeto de culto, tanto que O Exterminador do Futuro 1 e 2 (1984 / 1991, respectivamente) e Aliens - O Resgate (1986) - seqüência de Alien - O Oitavo Passageiro, de 1979, dirigido por Ridley Scott - são filmes adorados pela maioria dos fãs de ficção científica. Embora seja uma história de amor que se apóia sobre um fato marcante para narrar as aventuras de Jack e Rose a bordo do maior navio do início do século XX, Titanic (1997) lotou as salas de projeção, fez muita gente se emocionar e chorar diante do romance e do inevitável naufrágio após o "palácio flutuante" chocar-se contra um iceberg; graças a esses "ingredientes" arrecadou mais de 1.843.200,00 dólares em bilheteria.

Curiosamente, tal recorde só foi batido recentemente por um novo longa-metragem - não menos encantador - também dirigido por Cameron, Avatar (2009) - obteve o lucro de 1.858.600,00 dólares até o momento dessa postagem (há rumores de que já tenha passado dos 2 bi). Estou simplesmente fascinado pelo fantástico mundo dos Na`vi (nativos de pele azul da lua Pandora), que tem seu habitat invadido por gananciosos seres humanos (militares e cientistas) interessados num precioso minério escondido no coração da floresta pandoriana. A guerra é deflagrada a partir do momento que os azulões de olhos amarelados descobrem que foram traídos e que seu santuário está ameaçado.

O roteiro de Avatar é bem semelhante àqueles que todo mundo já conhece de outras películas, mas o universo criado por J.C. atrai o espectador devido ao seu esplendoroso visual cheio de cores e magia. Cada um interpreta de uma maneira, mas o que eu achei interessante foi a alusão às tropas americanas instaladas no Iraque - responsáveis por inúmeras ações desastrosas e morte de civis inocentes - e o cunho ecológico da trama.


0 comentário(s):

ACESSOS!

© 2014 - Nobio Da Paz Produções Musicais / Template: D.B.