"Navegue por seus sonhos, mas tenha um porto seguro. Finque suas raízes em solo fértil que lhe garanta bons frutos no futuro." - G. Nobio.

Translate / Tradutor

31 de março de 2010

Atraente Competência

Antigamente pensava-se que bastava ter competência, formação acadêmica e qualificação profissional para ocupar um lugar ao sol no mercado de trabalho. Hoje, além de tais atributos, se o candidato a uma vaga não investir em seu "capital erótico", corre o sério risco de ficar estagnado (ou desempregado). Em outras palavras, o que (também) conta é a aparência e destacar-se dos demais por meio do brilho natural. Bem..., pelo menos é o que diz especialista em sociologia, ou seja, um indivíduo atraente teria mais chances de êxito numa entrevista de emprego, na vida a dois ou até mesmo na carreira - devido à sua capacidade de persuasão.

Cuidar da imagem e ter carisma - independente do conceito de beleza - são características que enriquecem o marketing pessoal, mas, na minha opinião, usar o biotipo e a sensualidade como critérios de avaliação é segregar mão-de-obra - o que me leva a questionar os valores que certas empresas pregam por aí.

Há tempos o apelo sexual (sempre atrelado à boniteza) está em voga em nossa cultura moderna, partindo desse princípio faz sentido o estudo feito pela socióloga inglesa Catherine Hakim ao apontar o "capital erótico" como uma nova habilidade pessoal (os outros capitais são: cultural, econômico e social). Segundo ela, pessoas dotadas de alto poder de atração física e social na maioria das vezes são vistas como mais "honestas" e "competentes". Embora eu não me oponha ao belo, acredito que o culto ao corpo e às (falsas) aparências, em detrimento da verdadeira essência das coisas, pode levar a humanidade ao "emburrecimento" e à frustração.

A doutora ainda afirma que essa "qualidade" pode ser treinada se forem observados seis componentes!

> BELEZA: fotogenia, valorizando homens e mulheres de olhos grandes, lábios carnudos e pele bronzeada.
> ATRATIVIDADE SEXUAL: estilo, personalidade e corpo sensual, ou seja, o jeito como se fala, se articula e se movimenta.
> ATRATIVIDADE SOCIAL: graça, charme, cordialidade, atenção.
> VIVACIDADE: bom humor, energia social e condicionamento físico.
> APRESENTAÇÃO: o modo de se vestir - com coerência e bom gosto.
> SEXUALIDADE: definição particular e não há relação com a libido, abrange a competência sexual, imaginação erótica, etc.

Foto da escultura: Discóbolo, de Myron.

0 comentário(s):

ACESSOS!

© 2014 - Nobio Da Paz Produções Musicais / Template: D.B.