"Navegue por seus sonhos, mas tenha um porto seguro. Finque suas raízes em solo fértil que lhe garanta bons frutos no futuro." - G. Nobio.

Translate / Tradutor

25 de maio de 2010

Cosmopolita

Mayra Andrade é uma mulher de beleza tipicamente brasileira - morena, cabelos encaracolados, sorriso largo, lábios carnudos, olhos castanhos, corpo esbelto -, além de sensual e estilosa. Mas o que me chama a atenção não são apenas esses atributos e sim o fato da jovem ser uma talentosa cantora e compositora que - embora siga a tradição de uma grande intérprete do Cabo Verde chamada Cesária Évora - fala uma linguagem musical universal, por assimilar ritmos de diferentes partes do mundo.

Residente na França, cubana de nascença e filha de pais cabo-verdianos, a artista narra em suas canções histórias do povo do arquipélado colonizado pelos portugueses. Mayra canta em crioulo (dialeto cabo-verdiano), francês e português; dotada de uma bela voz e dona de um notável repertório ela está lançando o álbum Stória, Stória - produzido por Alê Siqueira, que já trabalhou com Marisa Monte e Carlinhos Brown.

O novo CD é o segundo da carreira da moça, conta com a participação de instrumentistas brasileiros e gringos e foi gravado parcialmente em terra verde-amarela. Destaque para as faixas Odius Fitchádu (com cordas de Jaques Morelenbaum e arranjo de metais de Lincoln Olivetti) e Turbulensa (com rap de Kelvis Ochoa).


0 comentário(s):

ACESSOS!

© 2014 - Nobio Da Paz Produções Musicais / Template: D.B.